O Mito da Resiliência

O mantra de que ser resiliente é a melhor resposta para aguentar a pressão, encarar o excesso de trabalho e aturar os chefes insensíveis traz sérias consequências físicas e mentais. Saiba por que abusar dessa característica é prejudicial.
A resiliência se traduz na capacidade de se adaptar a circunstâncias estressantes e se recuperar de eventos adversos. Porém, é necessário estar atento aos indícios que você está extrapolando, como:
1. Apresentar sintomas físicos e emocionais, como muito estresse ou dores no corpo;
2. Insistir em objetivos inalcançáveis;
3. Desperdiçar tempo em tarefas sem sentido;
4. Ter tolerância demais e aceitar tudo sem contestar;
5. Ser mais duro e insensível.

É preciso buscar o equilíbrio e saber que muita coisa não está sob nosso controle. Algumas atitudes que podem ajudar a encontrar o equilíbrio são:
A) Tenha uma rede de apoio: Por meio de outras perspectivas é possível refletir sobre as situações e ajustar o comportamento;
B) Aposte no autoconhecimento: Ter clareza de quais são seus valores e objetivos de vida e saber o que traz realização ajuda a escolher caminhos mais consistentes;
C) Não esqueça o que é resiliência: A resiliência é a capacidade de reagir da forma mais adequada possível, de acordo com a situação, e em seguida voltar ao estado normal. É natural responder com emoções negativas, mas é importante compreender quando é o momento de deixar aquele sentimento ir embora e seguir adiante.

Matéria completa: VOCÊ/SA Maio de 2020.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *